Sexta-feira, 18 de Maio de 2007

Quantas vezes...

Ah!...Quantas vezes adormecem em lençóis salgados

E outras em fétidas palhas prostrado se encontram

E quantas vezes procuram em vão um tecto estrelado

E outras nem as telhas de nuvens os contemplam...

 

Ah!...Quantas são as gélidas noites magoadas

E outras de sofrimento e dor pintalgadas

E quantas vezes a raiva serve de cortinado

E outras as janelas dos sorrisos  furtam...

 

Ah!...Quantos são os luares escondidos

E outros que nem chegam a despontar

E quantas vezes a solidão é fel em coberta

E outras a alegria se escusa a nascer…

 

Ah!... Quantas vezes vence o desencontro

E noutras o rumo se perde em vãos desejos

E quantas vezes o caminho se torna enevoado

E outras rotas se calibram na impossibilidade…

 

Ah!... Quantas vezes…

publicado por ferrus às 18:45
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Menina_marota a 20 de Maio de 2007 às 13:42
Quantas vezes...a Vida se encontra.

Bj e bom domingo ;)
De Anónimo a 21 de Maio de 2007 às 10:11
Quantas vezes sentimos ser “personas non gratas”?
Quantas vezes sentimos que somos afastadas pelo facto de nos tornar-mos incómodos?
Quantas vezes sentimos uma vontade enorme de não desistir ?
Quantas vezes sentimos uma revolta interior pelos comportamentos que presenciamos de perto?
Quantas vezes sentimos vontade de enfrentar quem quer que seja?
Quantas vezes sofremos por nós e pelos que amamos?
Quantas vezes sentimos vontade de bater com a porta e deixar para trás tudo?
Quantas vezes desejamos ser “surdos” para não ouvir palavras falsas?
Quantas vezes sentimos vontade de baixar os braços dizendo: não aguento mais?

Quantas vezes nos isolamos e pedimos:

Força para não desistir;
Coragem para ser incómoda;
Honestidade para não desiludirmos quem nos ama;
Discernimento para poder distinguir o “certo” do “errado”;
Pureza para não perdermos o sentido mais puro de um sorriso apesar das adversidades;
Harmonia para não criar desequilíbrios;
Sabedoria para podermos enfrentar a maldade;
Atitude para podermos marcar pela diferença.

ah!...Quantas vezes…
De Betty a 22 de Maio de 2007 às 16:45
Quantas_________mas quantas vezes é no acabar_______que tudo começa

Adorei:))

BEijinos com carinho
BSemana
De christiani rodrigues a 24 de Maio de 2007 às 16:44
Excelente reflexão... quantas vezes deixamos de ser felizes...

Obrigada pelo comentário sincero. Vir aqui também é motivo sempre para refletir.
Chris
De Bruna Pereira a 25 de Maio de 2007 às 10:08
Ultimamente tenho reparado que não consigo deixar os meus comentários neste blog.

:(
De Isabel Filipe a 25 de Maio de 2007 às 13:34
"Ah!... Quantas vezes vence o desencontro

E noutras o rumo se perde em vãos desejos

E quantas vezes o caminho se torna enevoado

E outras rotas se calibram na impossibilidade…

"

Bem lindo

bjs e bom fim de semana
De nadir a 25 de Maio de 2007 às 23:05
Ah quantas vezes sorrio... com vontade de chorar...

Beijos

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Renascer

. Um ser sereno

. Eu...

. Cortem-me...

. Dia do Motociclista

. Tu aí!

. O casulo da Vida

. Um beijo, meu pai

. Vou...

. Amigo Zé Freire

.arquivos

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds