Sábado, 22 de Dezembro de 2007

Natal

Soam as palavras a esperança,

A carinho e amor sentido,

E sorriem as faces, apesar das dores

Que nesta quadra se cobrem

Com vestimentas de esperança.

Lembram-se os pobres e necessitados

Os sem abrigos que recebem sopas

E iguarias quentes de mãos generosas.

Surgem cumprimentos afectuosos

E abraços impregnados de fraternidade

Apelando à irmandade e solidariedade.

 

Ah! Se fosse natal todos os dias…

 

Ás minhas filhas, pilares da minha existência,

Que me fazem pensar que o mundo também tem flores

E que não há só nuvens cinzentas no céu,

Que me sentem e me fazem senti-las

E me enchem de amor com seus beijos de andorinha…

 

Aos meus sobrinhos, estrelas deste meu firmamento,

Que do meu sangue comungam

E me fazem sentir gente duplamente

Quando me envolvem com as suas carícias de mel…

 

A quem que me inunda com a dádiva do coração

E com a entrega total... outra parte de mim

e apoio sempre presente.

 

Aos meus amigos, aqueles que não saíram

E que me apoiaram nos dias menos bons,

Nos momentos de dificuldade,

Nas horas tristes e de indignação…

 

 

A todos esses, que a sorte os envolva sempre

E os festejos natalícios se estendam

Pela vida fora!

 

Um beijo especial para si, meu pai, que não está presente na vida mas eternamente vivo na memória.

 

 

Desejos de Bom Natal e que os presentes recebidos suplantem o desejado.

 

 

publicado por ferrus às 13:58
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De Stela a 23 de Dezembro de 2007 às 22:26
Obrigada meu querido. Eu sei que nao gostas de mambas mas em epocas festivas como esta nos temos que tentar esquecer as hostilidades e darmos as maos. Tem um feliz natal junto dos teus e que 2008 seja um ano de amor e mta prosperidade!!! Mil beijos da tua bifa diaba eh eh
De gaivota da ria a 23 de Dezembro de 2007 às 23:37
Tenho dificuldade em falar sobre o Natal, pq há sempre lágrimas escondidas na minha familia misturadas com a alegria de ser possivel ainda juntar alguns e sentimos à mesa o camuflar de emoções fortes...

Depois há o desencanto de falarmos tantas coisas bonitas sobre o Natal e sabermos cá dentro que tudo não passa de sonhos que não se realizarão nunca... a paz, a igualdade???

Mesmo assim, pq eu estou aqui a esta hora emocionada revendo os meus amigos na net, aqueles que me acompanharam no blog e que desde há tempo não nos dizemos nada?

Por exemplo mesmo agora como numa sintonia vejo o teu comentario quando pretendia vir aqui...
A resposta é de que temos o Natal dentro de nós como um sonho bom, seria uma realidade se o ser humano fosse perfeito, não é...

Boas Festas para ti, para quem mais amas, assim como um Bom Ano Novo, sinceramente o desejo.
De batista filho a 24 de Dezembro de 2007 às 12:13
Nessa passagem rápida, véspera de Natal, os votos de Esperança a te renovar o Espírito, sempre! # Um abraço fraterno.
De * * Grilinha * * a 25 de Dezembro de 2007 às 02:44
Uma Santa Noite
De apc a 25 de Dezembro de 2007 às 17:24
"... E sorriem as faces, apesar das dores que nesta quadra se cobrem com vestimentas de esperança..."

Lindo! E lindo tu, coberto de beijos de andorinha, envolto no afecto de quem te merece, e na saudade de quem fará sempre parte de ti.

É uma honra, para mim, conhecer-te.
Um abraço a sério!
De papoila a 27 de Dezembro de 2007 às 11:53
O meu desejo é que nunca te falte esse carinho que descreves com tanta sensibilidade.

Beijinhos
BF
De Isabel Filipe a 27 de Dezembro de 2007 às 12:42
"...
Ah! Se fosse natal todos os dias…
"

se cada um de nós o fizer ... havemos de lá chegar ....


lindo este teu poema ...

_____________________

obrigada pela tua visita ... fiquei feliz com ela .... acredita ...

desejo-te que o ano que brevemente se inicia te traga o que mais desejares ...


beijinhos
De Isabel Filipe a 2 de Janeiro de 2008 às 13:49
um muito feliz ano novo para ti


bjs
De Christiani Rodrigues a 3 de Janeiro de 2008 às 12:32
E aproveito para dizer: Feliz Ano novo!
De nadir a 25 de Janeiro de 2008 às 22:59
O tempo tomou conta da minha vontade… corre veloz ao sabor do vento…
Contudo… mesmo num desejo rápido, estou aqui… nem que seja apenas para desejar um bom fim de semana.
E parto… de novo sem promessas, porque não sei quando me será permitido voltar, fica então a vontade de regressar, um dia destes quando o tempo permitir…
Que fique o meu beijo e que dure pelo momento de ausência no espaço de um até breve.
Nadir

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. Renascer

. Um ser sereno

. Eu...

. Cortem-me...

. Dia do Motociclista

. Tu aí!

. O casulo da Vida

. Um beijo, meu pai

. Vou...

. Amigo Zé Freire

.arquivos

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds